Efeito da privação visual no teste de força

junho 30, 2019

Texto baseado em um post do meu Instagram @julianaaraujofit. Clique aqui para ler.

Sempre que o seu Personal aumenta os pesos nos seus exercícios você desanima? Quando você vê aquele monte de peso na Leg Press 45º você acha que não vai conseguir levantar?

Certamente fatores psicológicos podem afetar o desempenho, e uma das variáveis estudadas nesse aspecto é o sentido da visão. Assim, Federizzi et al. (2018) pesquisaram o efeito da privação visual no teste de Uma Repetição Máxima ou 1RM, que avalia qual a carga máxima em que um indivíduo consegue executar uma repetição completa, com perfeita execução, sem possibilidade de uma segunda repetição ou mais.

Um grupo de homens praticantes de musculação realizou o teste de 1RM no supino reto e na Leg Press 45º utilizando vendas nos olhos, e o resultado do peso levantado nessa condição foi o de que eles conseguiram levantar significantemente mais carga!

A provável justificativa é a de que quando vemos os pesos que julgamos "pesado demais" e pensamos coisas do tipo "não conseguirei levantar", tendemos a subestimar nossa real capacidade de força, e assim trabalhamos o exercício com menos peso do que aquele que realmente reflete nossa real carga máxima.

Confira outros artigos sobre o tema:



A importância destes estudos se reflete no impacto do mesmo sobre o resultado real da avaliação da força máxima, assim como no desempenho das atividades de força não só no ambiente das academias de musculação, como também no dia a dia. É possível, então, fazer os seguintes questionamentos:

Será que se uma academia desenvolver um mecanismo onde, nos aparelhos, os praticantes não conseguissem visualizar o valor da carga a ser levantada, eles conseguiriam levantar mais peso e trabalhar mais próximo da sua capacidade máxima, já que teriam menor tendência a subestimar sua força?

Lembrando que não estamos falando em levantar mais peso do que realmente se consegue, e sim  no sentido de se aproximar do real desempenho de força máxima, no caso daqueles que subestimam sua capacidade de força ao visualizar um volume maior de anilhas e automaticamente acreditam que não são capazes de trabalhar o exercício com elas.

Será, também, que se, em uma esteira, o visor dos minutos da atividade fosse tampado, as pessoas que desanimam e resmungam ao ver "as horas passarem e os 15 minutos de aquecimento na esteira não chegar ao fim" realizariam o exercício com maior vontade e animação, e teriam, então, um maior desempenho?

São bons questionamentos para o mundo científico...

Créditos da imagem principal.

Postar um comentário

1. Os comentários são moderados e aprovados apenas após análise.
2. Para maior urgência, envie um e-mail para julianaaraujofit@gmail.com.
3. Marque a opção "Notifique-me" para ser avisado(a) quando seu comentário for respondido.